O que é Terapia Holística?

O termo Holístico, vem da palavra grega Hólus, que quer dizer “todo” ou “completo”.

A terapia holística visa tratar o indivíduo com base numa análise total, levando em consideração os aspectos energéticos, sociais, emocionais e físicos, direcionando a pessoa para o autoconhecimento. Devido aos seus benefícios, a procura por este tipo de terapia vem aumentando cada vez mais.

Na visão holística, toda doença é um desequilíbrio que começa nos nossos planos mais sutis e se somatiza. De forma simples, os planos ou corpos sutisCorpos Sutis: Para saber mais, leia nossos artigos sobre chacras e corpos sutis. são os nossos "corpos de energia", e eles possuem relação direta com nossos estados emocionais e físicos.

Os tratamentos holísticos são muitas vezes erroneamente chamados de "tratamentos alternativos", dando uma idéia de que é uma alternativa ao tratamento médico. Isso é um erro. Nenhuma das recomendações efetuadas por um médico devem ser suspensas enquanto você se beneficia dos tratamentos holísticos. Os tratamentos holísticos são tratamentos complementares, pois enquanto a medicina cuida do seu corpo físico, a terapia holística cuida dos seus aspectos energéticos para auxiliar a mente e consequentemente o corpo, trazendo um melhor resultado, trazendo equilíbrio e bem-estar.

Existem várias técnicas de terapias holísticas. Algumas das mais conhecidas são Cromoterapia, Florais de Bach, Reiki, Radiestesia e Radiônica, Yoga, meditação, Acupuntura, Aurículoterapia (acupuntura auricular ou aurículopuntura) e etc.

O terapeuta holístico não é um médico, por isso ele não é doutor, ele não receita medicamentos e não faz diagnóstico de doenças. Ele avalia disfunções ou desequilíbrios energéticos e pode fazer recomendações de essências naturais, fitoterapia e etc.

As terapias holísticas apresentam ótimos resultados para varias disfunções como dores em geral, depressão, ansiedade, insônia, e também tem mostrado bons resultados na área de estética. Com o equilibrio da mente, o corpo também se equilibra.

Autor: Fernando R. Silva - 28/05/2012

Publicado por: Fernando Ribeiro da Silva