O equilíbrio através das plantas

A maioria das doenças conhecidas pela humanidade tem sua origem em pensamentos, sentimentos e emoções em desequilíbrio.

Doenças da alma são as verdadeiras responsáveis pelos problemas que se desenvolvem no corpo físico.

Quando submetido por longo tempo à baixa densidade vibracional de sentimentos inferiores em desordem, como a baixa estima, o ódio, a inveja, o rancor, a insegurança, o ciúme, o medo, a tristeza, a depressão e o pessimismo, o nosso corpo adoece.

Precisamos estar atentos pois somos o resultado do tudo o que sentimos e pensamos.

A cura se dará ao re-estabelecermos a harmonia da nossa personalidade inferior, de equilibrarmos as forças vitais que alimentam nosso corpo espiritual, mental e emocional para atingir o equilíbrio do corpo físico.

O Reino Vegetal, criação divina assim como nós, também existe sob uma das principais leis do universo, a lei da Evolução Constante.

Para as plantas alcançarem essa evolução elas nos auxiliam na nossa missão evolutiva.

Qualquer um de nós consegue perceber o beneficio de caminhar entre árvores e contemplar a beleza e o aroma das rosas, a paz de espírito e o bem estar que esse contato proporciona.

Essa sensação é consequência do mecânismo da ação energética e vibracional das plantas sobre todos os seres.

Não estamos conscientes a ponto de enxergar todos os recursos que podemos usufruir nessa busca pela saúde, mas, ervas, raízes, sementes, flores e frutas, além de nos beneficiar com os seus sabores, princípios ativos, químicos,  também exalam sua força sutil. Nós somos capazes de captar esses padrões conscienciais de emanações curativas, amorosas e energizantes muito facilmente, alcançando o equilíbrio dessas emoções mais densas.

Precisamos “despertar” para a importância de purificarmos nossos sentimentos, respeitarmos e sermos gratos por tais recursos! Essa compreensão é o segredo para sermos saudáveis.

 

Publicado por: Andréia Ribeiro da Silva